Devido ao risco de rompimento da barragem Mina de Serra Azul, moradores do povoado de Pinheiros, em Itatiaiuçu (MG) tiveram que deixar suas residências às pressas na última sexta-feira (8). A exemplo do ocorrido em Barão de Cocais, as famílias não puderam levar seus animais no momento da evacuação. Por meio da Comissão de Desastres, o CRMV-MG encaminhou neste sábado (9), parte da equipe da Brigada Animal para prestar o apoio necessário para as ações de assistência e de retirada dos animais que ficaram na região.

Em ação realizada em conjunto com a Defesa Civil, foram contabilizados cerca de 2500 animais no povoado, sendo: 2.000 peixes, 409 galinhas, 34 Cães, 29 bovinos, 16 felinos, 11 patos e gansos, 6 equídeos, 5 passeriformes, 4 calopsitas, 3 pavões, 1 papagaio, 1 Coelho e 1 Suíno. Eles serão evacuados da área até que a barragem da Mina Serra Azul possua condições de segurança para permitir a volta dos moradores. De acordo com a Acelormittal, empresa responsável pela barragem, os pequenos animais serão encaminhados para o hotel onde as famílias estão abrigadas provisoriamente. Em relação aos animais de grande porte e as aves, o CRMV-MG estuda junto a Defesa Civil um local adequado para abrigá-los.

A equipe que atua em Itatiaiuçu é coordenada pelas médicas veterinária dra. Ana Liz e dra. Laiza Bonela, respectivamente, presidentes das comissões de Bem-Estar animal e de Desastres do CRMV-MG. “Percorremos a área evacuada, realizamos o levantamento dos animais e até o momento conseguimos um lugar provável para colocarmos bovinos, suínos e equinos. No momento nosso intuito é de viabilizarmos um local adequado para abrigar as galinhas e os peixes, que são o maior número de animais”, afirma a médica veterinária dra. Ana Liz.

O povoado de Pinheiros fica a 1,5 quilômetro da barragem. Uma empresa contratada pela Acelormittal continua fazendo estudos geotécnicos para que a situação seja normalizada.