O câncer de próstata também afeta os animais de companhia e, assim como ocorre com os humanos, é importante alertar sobre prevenção. Cães com mais de 4 anos estão sujeitos ao desenvolvimento do tumor, por isso é fundamental o exame de toque retal e, quando necessário, a ultrassonografia para uma análise mais detalhada. Alterações dessa natureza também podem surgir em gatos, mas é raro. Portanto, os tutores devem ficar atentos. A prevenção é a melhor forma de combate, visitando regularmente o médico-veterinário.

Sobre a campanha Novembro Azul

O Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, 17 de novembro, inspirou o surgimento na Austrália, em 2003, do Movember, que buscava, ao longo do mês, conscientizar os homens sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

No Brasil, a campanha foi iniciada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o objetivo de alertar homens sobre cuidados com a saúde e retirar o estigma do exame de toque, que diagnostica a doença. Entre os brasileiros, esse é o segundo tipo de câncer que mais mata, após o tumor de pele não melanoma. Foram 15 mil as mortes causadas pela doença, em 2017. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que, em 2019, pouco mais de 68 mil novos casos surgirão.

Com informações da Assessoria de Comunicação CFMV.