Em alusão ao dia internacional da mulher, celebrado neste mês de março, o CRMV-MG divulga em suas redes sociais vídeos nos quais médicas veterinárias e zootecnistas avaliam a importância do protagonismo feminino nas profissões.

Clique nos links abaixo e assista aos vídeos!

https://bit.ly/2HmtJk3

https://bit.ly/2VMPnlg

https://bit.ly/2NTRUaY


O protagonismo assumido pelas mulheres na Medicina Veterinária e na Zootecnia tem sido uma das principais características das profissões nos últimos anos. Segundo dados do setor de Registros do CRMV-MG, 57% dos profissionais inscritos no Conselho que se graduaram nos últimos 5 anos são mulheres. Elas correspondem a cerca de 40% dos mais de 22 mil profissionais inscritos no Conselho. Os dados também mostram que as mulheres equivalem a cerca de 45% dos inscritos se considerarmos apenas o número de profissionais ativos na Medicina Veterinária.

A participação feminina no CRMV-MG também cresceu substancialmente. As comissões de Bem-Estar Animal e de Medicina Veterinária Legal são presididas, respectivamente, pelas médicas veterinárias dra. Ana Liz Bastos e dra. Laiza Bonela. O CRMV-MG também possui como conselheiras as médicas veterinárias dra. Lilian Borges Jacinto e dra. Aracelle Elisiane Alves, além da dra. Myrian Kátia Iser como secretária-geral.

O crescimento do protagonismo feminino em 2019 também pode ser observado no âmbito do ensino e no agronegócio. Recentemente, foi empossada como primeira diretora da Escola de Veterinária da UFMG a professora dra. Zélia Lobato. O cenário também se reflete no agronegócio, que tem a dra. Tereza Cristina como ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e a dra. Ana Valentini como secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do estado de Minas Gerais.