Agendas importantes já estão sendo cumpridas pela comitiva do governo de Minas Gerais, que participou da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 26) em Glasgow, na Escócia. Ontem (3/11), entre os compromissos cumpridos, a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marília Melo, acompanhou o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Sérgio Gusmão, em encontro com a Associação Latino Americana de Instituições Financeiras de Desenvolvimento (Alide).

Na ocasião, Minas Gerais aderiu ao Green Bank Network – rede global de instituições financeiras alinhadas à oferta de financiamento de projetos e programas com impacto ambiental positivo. O movimento pretende investir US$ 50 bilhões em projetos sustentáveis em todo o mundo. Ainda durante a quarta-feira, a secretária participou da recepção com o LordProvost de Glasgow e UKCCIC Local, organizado pela UK CitiesClimateCommission.

Já na terça-feira (2/11), Marília Melo participou de reunião com representantes do Departamento de Energia e Estratégia Industrial do Reino Unido e da Embaixada Britânica para tratar sobre financiamento de projetos em áreas florestais e mercados de carbono. E a convite do Governos Locais  pela Sustentabilidade (ICLEI) e do Governo da Escócia, Minas também teve papel de destaque  no evento “Cidades e Regiões da América Latina e do Caribe em Direção a um Desenvolvimento Multinível Financiável, de Baixo Carbono e Resiliente”.

Fechando a agenda de terça-feira, os representantes da comitiva mineira também fizeram uma visita à Universidade de Strathclyde, em Glasgow. Na ocasião, a secretária Marília Melo esteve acompanhada da coordenadora do Núcleo de Sustentabilidade, Energia e Mudanças Climáticas da FEAM, Larissa Oliviera.

Comentário Sistema FAEMG

“Esperamos que esses investimentos possam chegar aos empreendedores mineiros, principalmente aos produtores rurais, que já perceberam que a sustentabilidade é a chave para garantir a segurança alimentar, a melhoria do meio ambiente e mais qualidade de vida para toda a sociedade.” ,

Mariana Ramos – Analista de Meio Ambiente  – GMAM

Fonte: FAEMG