Para alinhar as ações da assessoria jurídica e de comunicação, o Sistema Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária (CFMV/CRMVs) realizou o XIII Encontro dos Advogados e Assessores Jurídicos; e o IV Encontro de Assessores de Comunicação. O evento jurídico foi realizado nos dias 18 e 19 de novembro, no Rio de Janeiro, e contou com a participação presencial de 33 advogados e de outros cinco virtualmente. Já o encontro de comunicação foi 100% presencial, com 32 assessores reunidos em Salvador, capital da Bahia, de 17 a 19 de novembro.

Antes do encontro, o Departamento Jurídico (Dejur/CFMV) mapeou o exercício de 44 advogados nos regionais, dos quais 91% possuem, no mínimo, especialização. Diante desse cenário, o diretor do departamento, Cyrlston Valentino, apresentou propostas de cooperação entre os regionais, com a criação de grupos para atuar junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), e aos cinco tribunais regionais federais.

Durante a apresentação, também propôs estruturar outros grupos para: analisar legislação de demandas rotineiras; acompanhar sustentação oral; auxiliar na defesa em mandados de segurança e ações ordinárias movidas. Outras ações coordenadas seriam o compartilhamento de módulos de capacitação, e a elaboração de um banco de pareceres técnicos e jurídicos, peças judiciais e decisões judiciais.

Os advogados debateram também sobre o novo Código de Processo Ético-Profissional (Resolução CFMV nº 1330/2020); o comércio de produtos agropecuários e animais vivos); os impactos da Lei 14195/2021 e a necessidade de um manual para as rotinas de cobrança do Sistema; e a publicidade e propaganda profissional à luz do Código de Ética do médico-veterinário e dos zootecnistas.

Como encaminhamento, foram constituídos três grupos de trabalho para estudar e apresentar propostas de temas sensíveis que tramitam no Judiciário. Na abertura do encontro, o tesoureiro do CFMV, José Filho, ressaltou a importância da pró-atividade e de os advogados se anteciparem às necessidades dos regionais. Relevância igualmente destacada por Romulo de Miranda, presidente do CRMV-RJ (regional que sediou o evento), sugerindo que os encontros sejam realizados a cada quatro meses.

Comunicação

Durante os três dias de encontro de comunicação, os assessores dos regionais foram divididos estrategicamente em cinco grupos e, sob a coordenação da diretora do Departamento de Comunicação, Marketing e Planejamento (Decomp/CFMV), Laura Snitovsky, trabalharam na gestão de marca do Sistema. De forma colaborativa, analisaram as logomarcas dos regionais, do federal, e pensaram sobre os elementos imprescindíveis para uma marca única, como tipografia, ícones, cores, brasões e ilustrações. 

Além disso, revisitaram os conceitos de missão, visão e valores do Conselho Federal e dos regionais detectando a necessidade de alinhamento para construção de uma única identidade e voz. Ainda estudaram propostas para sugerir a construção de políticas de comunicação que subsidiarão as decisões das diretorias sobre as campanhas e as ações de divulgação do Sistema.

Com o objetivo de buscar ferramentas e gerar parcerias entre os comunicadores do Sistema para execução dos trabalhos, foi promovida uma imersão para identificação das competências e experiências de cada equipe, assim como, a projeção da estrutura ideal para desenvolvimento dos planos de comunicação.

A vice-presidente do CFMV, Ana Elisa Almeida, participou da abertura e do encerramento do encontro destacando a valor da comunicação para prestar serviços mais claros e objetivos aos profissionais e à população. “Que saiam propostas interessantes desse encontro para a análise dos presidentes, com subsídios técnicos para que as diretorias possam avaliar e decidir sobre a melhor forma de dialogar com os nossos públicos”, destacou. “Como assessores, vocês não definem, mas aconselham e orientam sobre a melhor forma de comunicar”, complementou Altair Santana, presidente do CRMV-BA, presente na abertura do evento. “Queremos cada vez mais falar com a sociedade e, com esse propósito, os assessores de comunicação são a alma do negócio”, destacou.

No último dia de encontro, os assessores assistiram a palestra sobre storytelling do diretor e roteirista de vídeo, Daniel Arcades. Ele é mestre em Crítica Cultural, foi premiado pela Capes por dois anos seguidos como melhor trabalho de pesquisa durante a graduação.

Participaram também do encerramento do evento, o chefe do Núcleo de Apoio aos Regionais (NAR-CFMV), Igor Andrade, e a secretária-geral do CRMV-BA, Maria Tereza Vargas Leal Mascarenhas.

Fonte: CFMV